José Maria da Fonseca

Formado em matemática, José Maria da Fonseca funda em 1834 a empresa com o seu nome em Vila Nogueira de Azeitão. O seu espírito empreendedor conduz à introdução de aspectos tão essenciais como a utilização de arado e a comercialização do vinho em garrafas. É pioneiro na criação de marcas: Moscatel de Setúbal (1849), Periquita (1850) e Palmela Superior (1866). O Brasil cedo se tornou o principal destino dos vinhos da JMF que chegou a ter uma delegação no Rio de Janeiro. Mas no final dos anos 20, a recessão econômica mundial e o período de instabilidade vivido no Brasil foram desastrosos para a empresa. E foi obrigado a vender algum do seu patrimônio como a Vinha Viúva Gomes na região de Colares – Sintra. A recuperação veio com os vinhos rosés Faísca (1937) e Lancers (1944) ambos criados pelo enólogo Antônio Porto Soares Franco e o vinho branco BSE (1945). Hoje a JMF tem a capacidade de vinificar 6,5 milhões de litros de vinho, dando resposta às crescentes exigências do mercado mundial. Para visitar e degustar no Wine & Arrábida.

468 ad